Dicas para Compra de Alto Falantes Automotivos: veja aqui.

Muitas pessoas querem ter um som no carro que seja daqueles caprichados, desses em que você vai ouvir a música no mais perfeito estado, ter plena certeza de como o baixo está funcionando, quais são os agudos e muito mais.

Porém há muitas dúvidas que tomam contam da cabeça das pessoas que querem comprar um alto falante porém não sabem por onde começar. Veja aqui algumas dicas que separamos hoje, indo além de um alto falante JBL.

Dicas para Compra de Alto Falantes Automotivos

1 – Potência do alto falante

A potência do seu alto falante não quer dizer muita coisa, isso porque ela pode ser medida de maneiras diferentes, fazendo que as comparações com base em determinadas coisas sejam totalmente diferentes.

Os números de RMS também podem ser medidos de maneiras diferentes, isso porque são colocados de maneira a de dar a impressão de uma potência de um amplificador ou do alto falante, o quanto ele suporta sem ter que sofrer danos, tudo isso vai depender do som e de como ele será tocado.

2 – Boa frequência de alcance

Em teoria, um sistema ideal deve ter que chegar de 20Hz até 20000, essa costuma ser a faixa nominal da nossa audição de humanos, porém quando em prática, é algo muito mais difícil de se fazer.

O tipo do sistema, seja 1, 2 ou 3 alto falantes, é muito menos importante do que a qualidade do design existente, além dos drivers usados. Um alto falante pode muito bem ter apenas um driver e ter um som ótimo, assim como pode ter 5 drivers e ter um som ok, tudo é variável.

3 – Gabinete do alto falante

Ao sentir o gabinete do alto falante, você deve perceber se ele está vibrando muito alto, tremendo ou em casos mais extremos, até parecendo solto, isso significa que ele é má qualidade e deve dar uma olhada melhor.

Isso é mais importante de ser verificado do que as frequências baixas, principalmente para que o local dos drivers e do grave estejam sempre construídos de maneira sólida.

Gabinetes “satélite” para drivers com alta frequência também devem ser sólidos, porém com materiais mais leves, isso deixa eles com uma performance melhor.

Ou seja, é muito difícil conseguir julgar os alto falantes baseando-se apenas nas especificações que estão listadas na caixa do produto. O melhor remédio é perguntar para alguém que trabalha na loja ou quem tem conhecimento sobre o assunto, ele vai te ajudar da melhor maneira a escolher aquele que é o modelo certo para o que você quer.

Procure tomar cuidado com a equalização, verifique se algum alto falante não está com as configurações da equalização desabilitada e procure testá-los.

A maioria dos ouvintes costumam preferir o alto falante com graves e agudos melhorados, ao menos de maneira inicial, porém essa não é uma boa comparação.

Algumas lojas permitem que você leve para sua casa os alto falantes e faça o teste deles na área de audição, caso tenha essa possibilidade, abuse dela, afinal, os sons serão diferentes em determinados locais.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *